Páginas

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

O medo do quartinho

A família decide pelo segundo filho e enquanto ele, o segundo, o BB sem nome e até o momento sem sexo, cresce tranquilo e feliz, a mãe dele e da primogênita, que atende pelo nome de Ísis, começa a ter problemas com desapego.

Eu, a mãe, fico horas na internet procurando idéias para o quartinho-menina da primogênita, já que o caçula vai herdar tudo dela. Escolho móveis, jogos de lençol, manta térmica, cobertores, edredons, travesseiros de gente grande (snif, snif), almofadas descoladas sobre a cama, cama auxiliar para o futuro namorado as futuras amiguinhas poderem vir dormir aqui em casa, fotografias, quadrinhos, cortinas e cabanas. Fica tudo lindo, maravilhoso e a pequena adora o novo quartinho, que agora tem 3 camas, duas delas totalmente acessíveis. E a terceira, lá no alto, acessível somente por uma escada.

Mas...depois da mudança decidimos que ela vai dormir conosco porque o cheiro da tinta tá demais no quarto dela, depois ela tem (mais uma vez) uma crise de bronquite e eu fico com dó de deixá-la láááá do outro lado do corredor, naquela cama enorme. E se eu não ouvir (hã?) ela me chamar à noite? Mais uns dias de cama compartilhada! Nunca compartilhamos tanto desde que ela nasceu.

Marido dá o ultimato hoje pela manhã: o quartinho dela tá pronto, tá lindo, ainda sem cortinas e cabana, é verdade, mas tá lindo, novinho, cheiroso, com lençóis 200 fios e tudo o mais. Mas eu fico com o coração na mão de colocá-la lá hoje à noite.

Por quê? Não tive nenhum problema em colocá-la no quartinho dela com 21 dias de vida!

Aí, na minha auto análise (prá quê pagar honorários se você tem o gene da psicologia, né?) eu percebo que estou apegada...

Dar adeus ao bercinho amado, ao colchão forrado de um lado com plásticos que recebeu uma queimadura logo na primeira semana de uso e perdeu totalmente sua função anti vazamento xixizístico e que por isso mesmo teve que ir ao sol escasso de Joinville tantas e tantas vezes;

Dar adeus aos mini lençóis de algodão e malha tão carinhosamente escolhidos para ela;

Dar adeus aos travesseirinhos e almofadas que a envolveram todas as noites e a protegeram da cama enorme;

Dar adeus aos protetores de berço, esses lindos com quem tive uma relação de amor e ódio (amor na fofurice, ódio na bronquite) e com quem a Ísis aprendeu a falar peixinho, tartaruga, baleia, cavalo marinho, caranguejo, mergulhadora, dando bons dias e distribuindo beijinhos a eles todos os dias pela manhã;

Dar adeus à poltrona de amamentação amada, idolatrada salve salve, companheira de madrugadas intermináveis e maravilhosas de amamentação e desejos de mais horas de sono...

Enfim, dar adeus a toda uma fase épica de nossas vidas, ainda que seja para recomeçarmos tudo novamente com o filhote mais novo e iniciarmos toda uma nova fase de gostosuras e travessuras com ela, a minha sempre pequena Ísis...dói!

Mas eu preciso dar adeus, guardar as boas lembranças do lado esquerdo do peito, respirar fundo e partir, para uma nova fase, um mundo novo, uma família nova, mesmo sendo a mesma!

Me abraça? :(

19 comentários:

  1. Te abraço e te entendo!UPA!
    É necessário,mas vê-los crescendo dói,né?
    Mas vai dar tudo certo...esse quartinho deve estar liiindo!
    beijos
    Angi

    ResponderExcluir
  2. Sinta-se abraçada e ó, aconteceu igualzinho aqui em casa e garanto que passa! Beijo!
    Dani

    ResponderExcluir
  3. oi janine adorei o posti e adorei saber q a isis já ta tendo um quartinho de menina moça. ela deve ta uma coisa linda neh, saudades dela e de vcs... mande noticias assim q souber o sexo do baby... e manda um beijo pra ísis e outro abraço forte em vc no dani e no baby lindo q está por vir ao mundo... saudades ate mais

    ResponderExcluir
  4. Ô gente... Eu entendo também, apesar de não ter passado por isso.

    Vejo Sofia fazendo coisas de criança grande e sinto esse apertozinho no peito, mas a vida é essa né? Daqui a pouco elas que vão nos dizer pra ficarmos tranquilas com essas fases. rsrs

    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  5. Um baraço bem aconchegante pra vc, será que vou esntir o mesmo??????????????? E nós que nem sabemos se teremos outro filho???? Será que vai ser ainda pior?????????? Socorro...
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Nine sinta-se abraçada e amparada, foi interessante para mim este post (estavamos eu e o marido comentando sobre como seria um segundinho) acho que assim como demorei um pouco para me adaptar com a primeira gestação, o mesmo acontece com a segunda né ... FORÇA AMIGA !!!

    ps.: vc preferiu não saber o sexo do baby ainda ? ou não conseguiu ?

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Nine, a nossa vida é cheia de fases mesmo, desde a infância como no caso da Isis, até na fase adulto como na sua, passando mais tarde por outras fases...Mas penso que vc terá tudo em dobro com o segundo filho, o mesmo amor, acredito que amor de filho não se divide, se multiplica, adaptações sempre são difíceis mas são adaptações e logo tudo se ajeita.
    Tenho uma notícia para te dar: serei mamãe também, ficamos sabendo essa semana, tenho consulta na terça, mas acho que estou de mais ou menos 4-5 semanas. Aqui está o caos, enchente das grandes, comparadas com 83 e 84, mas estamos bem, em local seguro, mas sem saída, ilhados no morro. Bjs

    ResponderExcluir
  8. um abraçao daqueles e uma mao amiga p te ajudar a guardar ou doar as coisinhas da Pequena Isis.
    Ela vai amar, eu aposto e fazer isto antes do segundinho chegar é melhor, pq pelo q leio mesmo nao querendo ter mais bebes é q eles dao uma regredida c/ a chegada do irmao.
    Vamos lá amiga vc consegue e te entendo super mesmo sendo menos saudosista q vc.
    Um super beijo.

    ResponderExcluir
  9. Oi Nine,
    sinta-se abraçada! É dificil mesmo, mas a vida não para e sempre traz mais coisas boas!
    Que bom que você curtiu nossa ida a Bienal. No fim das contas foi muito bom!
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Um abraço bem forte...imagino o que você está sentindo porque também estou passando por isso...mas temos que aceitar e superar, né? Eles crescem...muito rápido...a vida nos atropela! Um beijão, com muito carinho!

    ResponderExcluir
  11. Olá, estou passando por aqui, para convidar você para conhecer meu DOCE blog.

    Quando puder passe por lá, vai ser prazer ter sua companhia.

    www.tatidesigner.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Amei teu cantinho..
    Estou seguindo você ;)

    Beijinhos ;*

    ResponderExcluir
  13. Sinta-se abraçada.

    Eles crescem e é uma nova aventura! Na caminha, no quarto, mas é uma nova aventura!

    Beijos e abraços

    Rapha, mãe da Alice

    Filhote de Humano

    Maternar Consciente

    ResponderExcluir
  14. aaaiii sei bem oq é isso. quero desmamar o lucas, mas ele é tao nene, nao é? olha só p ele, nem fala! nem caminha! mas eu quero desmama-lo. quero encomendar segundinho, apesar de algumas dizerem q nao tem problema amamentar, eu sei que o risco de problema, aumenta um pouco. nao quero correr risco nenhum, quero evitar, fazer td bonitinho... mas ele é tao pqninho, néam? hehehehe

    ResponderExcluir
  15. owww,um abraço bem grandãaao..sei o que é isso..tenho la dessas coisas,rsss..O quarto deve ta lindo,eu sei..mas da uma saudadeeeeee,rsss..
    beijos e uma otima semana p vcs!!
    ;-)

    ResponderExcluir
  16. te abraço e compartilho do mesmo sentimento!
    Isadora tem 1 ano e 3 meses e ainda dorme no meu quarto.....
    Bj

    ResponderExcluir
  17. ADOREI SEU BLOG, ACHO Q ISSO PASSA EM TODA CASA RSR
    BJOS

    ResponderExcluir
  18. Oi, Nine,

    Primeiro, obrigada pela visita!
    Adorei seu texto! Todas sabemos que é difícil, mas saiba também que cada etapa vai ficando melhor que a outra, o importante é curtir ao máximo.
    bjs
    Cinthia
    @chilecomcriancas

    ResponderExcluir
  19. Nine
    sei bem sobre esse sentimento.
    Até dias atrás estava com TODOS os tip top do Pedro ainda no cabide decorando seu roupeiro com vidrinhos á mostra, na hora que comecei a separá-los para dar a meu sobrinho que nascerá na mesma época que a bimba, chorei por 2 dias seguidos.
    O quarto da Valentina comprei móveis novos e só utilizei o berço do pimpas, e ele, no seu quarto "novo", digo cama nova eu tmbém sofrí, mas ele amooouu, e como um bom mocinho que é, continua dormindo lindo e sozinho, e digo a cama sem proteção, apenas umas almofadas para aparar caso ele caia.
    Ô menino esperto.
    Desapega mamae
    Bjinhos e tudibom!

    ResponderExcluir

Fale sobre você...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...